:: Guadalupe, avó da Aurora, e as asas de Brasília ::

Superquadras, tesourinhas e eixos organizados em formato de avião.

Ou seria uma borboleta? Ou uma libélula? Ou um pássaro?

No último dia 5 de outubro, a turminha do GIII conversou sobre as asas do Plano Piloto de Brasília – desenhado pelo arquiteto Lucio Costa – com a Vovó Guadalupe, avó paterna da Aurora. Elas embarcaram na história da cidade temperada pela história da moradora Vovó Guadá, que nasceu em Aracaju (SE) e antes de chegar na capital federal, morou também em Belo Horizonte (MG).

O curioso planejamento de Brasília foi tema da conversa com as crianças. Vovó Guadá disse que a capital do Brasil é um bom lugar para se viver. E explicou como as ruas e quadras são identificadas por lá. A turminha constatou que é tudo bem diferente de São Paulo.    


Vovó Guadá também falou sobre os lugares interessantes para visitar em Brasília e deu ênfase especial ao Parque Nacional de Brasília. Aurora recomendou a visita aos amigos e disse que sempre que vai à capital, ela passeia com a vovó e curte a piscina de água mineral do parque.

Depois de muita conversa e descobertas, a turminha aproveitou a visita da vovó Guadá e ouviu uma história da coleção “Todo Brasil”, referência do Projeto Eu Nasci Aqui.

A professora Marieli contou a história “Gustavo de Brasília” de Cristina Von e as crianças puderam identificar na história muitos elementos do depoimento da Vovó Guadá.

Os depoimentos como o de Guadalupe fazem parte dos registros para o Projeto “Eu Nasci Aqui”.

Veja a galeria de fotos da visita. Registros de Luciana Morelli.