RODA DE CONVERSA SOBRE SEXUALIDADE INFANTIL

A Catavento realiza periodicamente encontros para conversar com as famílias e a comunidade escolar sobre temas relevantes na infância e na educação das crianças. No próximo dia 30 de agosto, quinta-feira, às 19h, a Escola vai promover uma roda de conversa sobre sexualidade infantil.

A mediação do encontro será da psicóloga Lígia Polistchuck, mãe da Manu, do GIV.

“Por que não falar sobre sexualidade na escola? Me parece que a grande questão frente à sexualidade, em especial a sexualidade infantil, esbarra nessa questão do silêncio, do não falado, não dito, isso que soa proibido. Pior, que soa errado, sujo, algo a ser escondido, e nunca descoberto”, afirma Ligia, que é Psicanalista e Mestre em Saúde Pública.

Ela conta que todo esse tabu frente à sexualidade (ironicamente num país de cultura tão sexualizada, o que diz muito sobre o quão não tranquilo isso é para nós), nos coloca, como pais e mães, frente a algo com que não sabemos lidar, não sabemos o que fazer, o que não fazer e como agir. “Mas o acesso ao próprio corpo não tem como ser totalmente limitado. Dou bronca? Vou causar um trauma?”, exemplifica.

Ligia conta que conversar é o primeiro passo para desmistificar algumas crenças que temos, justamente porque não falamos sobre o assunto. “Sexualidade infantil não é sexo genital, o que quer dizer que não é sexo adulto. E essa confusão, entre tantas, é a primeira que precisamos desfazer. Sexualidade infantil é sensação, é propriocepção do próprio corpo, é auto erotismo que levamos pra sempre conosco. Em si, não é certa ou errada. Apenas é. Resta descobrir o que é para nós”, conclui.

SERVIÇO
Roda de conversa sobre sexualidade infantil
Dia 30 de agosto, quinta-feira às 19h30
Na Escola Catavento
Inscrições: avisos@catavento.com.br